Posters
« Back
Consulta de Doentes Complexos (CDC) sem Médico de Família - Ficha Clínica
EP29252
Poster Title: Consulta de Doentes Complexos (CDC) sem Médico de Família - Ficha Clínica
Submitted on 28 Sep 2018
Author(s): Coelho C, Andrade Rosa I, Marques Pires I, Lopes S, Fernandes A
Affiliations: ACES Almada-Seixal
This poster was presented at II Jornadas do Internato Médico da ARS-LVT
Poster Views: 272
View poster »


Poster Information
Abstract: Palavras-chave: Médico de família (MF); enfermeiro; doença crónica; gestão

Introdução: Pretende-se divulgar e discutir a Consulta de Doentes Complexos sem Médico de Família (CDC), em funcionamento numa UCSP desde janeiro de 2018.
Objetivos: A implementação da CDC tem como objetivos: prestação de cuidados de saúde adequados a doentes complexos sem MF; ensaio de modelo de seguimento com enfermeiro gestor de caso; treino de internos de Medicina Geral e Familiar (MGF).
Pertinência: Na UCSP estão inscritos cerca de 12.400 utentes sem MF. Trabalham na UCSP enfermeiras competentes para o acompanhamento de doentes crónicos estáveis e existem internos de MGF no ACES que beneficiam em efetuar consultas a doentes complexos mal investigados e controlados, sob supervisão.
Descrição: A CDC destina-se a doentes complexos sem MF e sem possibilidade de acesso a outros cuidados de saúde. A equipa é composta por duas consultoras em MGF (responsáveis), 15 internos de MGF do 3º ano e 2 enfermeiras. A cada doente são realizadas pelos internos duas consultas médicas de uma hora. Caso reúna critérios para acompanhamento, é elaborado um Resumo Clínico Personalizado, que inclui o plano de acompanhamento negociado, cuja cópia é fornecida ao doente. Posteriormente, a gestão do doente passa a ser realizada pelas enfermeiras, em colaboração com as médicas responsáveis, até à atribuição de MF.
Entre 1 janeiro e 30 junho 2018 foram realizadas 108 primeiras consultas, 80 segundas consultas e 6 consultas subsequentes. 71 doentes entraram para o programa de acompanhamento. Desses doentes: 40 são mulheres e 31 homens; a idade média é 64 anos; 70 têm Diabetes tipo 2; 68 têm três ou mais problemas crónicos; 55 são hipertensos; 44 têm dislipidemia; 22 têm obesidade; 19 têm patologia crónica osteoarticular; 8 têm perturbação depressiva.
Discussão: A CDC tem-se revelado benéfica para doentes (controlo e vigilância de multimorbilidade, participação na elaboração e posse do plano de acompanhamento), internos (treino de avaliação e gestão de doentes complexos, com tempo suficiente e supervisão) enfermeiras (empoderamento e promoção do trabalho em equipa) e ainda para a organização dos serviços (modelo alternativo centrado num enfermeiro gestor). Contudo, poderá ser encarada como uma paliação da falta de MF, diminuindo a pressão para a resolução deste problema.
Conclusão: Esta forma de organização dos cuidados pode ser de considerar em situações semelhantes, noutras unidades de saúde.
Summary: Ficha Clínica Individual utilizada como apoio à CDC.References: Report abuse »
Creative Commons

Related Posters


Digiceuticals
Helana Lutfi and Shaban Nuredini

Clinical pattern in electrophysiological variants of acute acquired polyneuropathies and their clinical outcome, a three years data
Naseebullah, Salman Mansoor, Azhar Saeed

Rare neurological deficit after electric shock A clinically diagnosed case report
Naseebullah, Salman Mansoor, Arsalan Ahmad, Shahid Shah

Poor Sleep Quality: "A wake up call for the elderly at a tertiary care centre in Pakistan"
Neha Siddiqui, Rahy Farooq, Salman Mansoor, Shoab Saadat, Maimoona Siddiqui, Zain Ahmad Javed, Arooj Fatimah Shah

Cancer Vaccine, Your T-cell guru: A Bioengineering Approach for Cancer Therapy
Zaween Hanis Bt Mohamad Shamsul, Sam Pei Fong, Chin Chin Liew, Chia Jin Chuah, Turgaa Shini Devaraj, Nur’Awatif Ishak, Sheng Keat Siah, Muhammad Nur Syazwan Md Zin, Kar Cheng Wong